Infertilidade

Infertilidade é a diminuição da capacidade de um casal em gerar filhos sem uso de métodos anticoncepcionais e mantendo relações sexuais freqüentes durante o período fértil, em um ano. Estima-se que, após 12 meses de tentativas, 85 % dos casais alcançam uma gravidez. Dos casais que não conseguem uma gestação 30% apresentam causas femininas e outros 30% são masculinas. Em 20% dos casos, ambos os fatores estão presentes. Em 20% há uma infertilidade sem causa aparente.

A infertilidade pode ser primária, para casais que nunca engravidaram ou tiveram abortamentos precoces; ou secundária, quando já houve gestação anterior.

No Brasil, há um consenso na área médica que o casal deve procurar um especialista em Reprodução Assistida quando não conseguem conceber após um ano de tentativas. No entanto, para mulheres com 30 anos ou mais recomenda-se a procura de um especialista após seis meses de tentativas, afinal nesta fase da vida a fertilidade diminui progressivamente.

Algumas mulheres podem atingir a gravidez mais rapidamente do que outras devido a fatores fisiológicos ou comportamentais. Um casal que não apresente problemas tem, em média 20% de chances por ciclo para conceber através de métodos naturais. É importante mencionar que a ansiedade está associada à infertilidade, seja como causa ou consequencia. O stress crônico pode conduzir a alterações hormonais, que a função ovulatória na mulher afetam e no homem atingem a produção de esperma. Assim, nem sempre os casais, mesmo os mais jovens agüentam esperar pelo período teórico e recorrem a ajuda mais cedo. É importante avaliar o nível de ansiedade do casal para um melhor direcionamento da pesquisa das causas da infertilidade.

Como saber quando o casal deve procurar ajuda de um especialista em Reprodução Assistida?

  • Após um ano de tentativas com relações sexuais frequentes;
  • Após seis meses de tentativas para mulheres com idade acima dos 30 anos;
  • Se você é uma mulher com mentruações irregulares, ou apresenta um histórico de dor durante as menstruações, dor pélvica, doença inflamatória pélvica (DIP), endometriose ou abortamentos espontâneos;
  • Se você é um homem com histórico de baixa contagem de espermatozóides ou problemas testiculares (ex: varicocele, trauma), prostáticos ou sexuais.

Dependendo do caso, algumas causas de infertilidade podem ser tratadas por meio de procedimentos simples, como inseminação artificial, terapia hormonal e pequenas cirurgias. Nos casos mais complexos, as técnicas da medicina reprodutiva, realizadas em laboratório, são a alternativa mais indicada.

Dra. Carolina Haddad - Infertilidade
Dra. Carolina Haddad CRM - 109.443
Ginecologia, Medicina Reprodutiva, Histeroscopia, Videolaparoscopia, Obstetrícia, Cirurgia Íntima, Laser Vaginal e Cirurgia Robótica.

Dúvidas? Preencha o formulário abaxio para entrar em contato